Postagens

Mostrando postagens de Setembro, 2011

>O Brasil não dá certo porque dá certo demais para as suas elites

Imagem
Esse título vem das Minas Gerais, coisa de Darcy Ribeiro. Isso nos leva a crer que, ou o Brasil muda o seu projeto original, ou permanecerá como eterno país do futuro. O Brasil não foi colonizado por quem veio para cá em 1500 com o objetivo de permanecer e construir uma nação, como se deu com os ingleses em relação aos Estados Unidos no final do século XVI.
Fomos, na verdade, ocupados por predadores interessados tão só em riquezas naturais que serviram, dentre outras coisas, para que marquês de Pombal construísse Lisboa. Somos todos filhos da violência, de um "projeto brasil" idealizado por uma elite que o assentou na exploração da mão-de-obra indigente, na devastação de recursos naturais e na relação patrimonialista com o Estado.
Para cá varreram grande parte da escória portuguesa, lixo de seus patíbulos e de suas masmorras. Para cá enviaram aventureiros da pior espécie, além de um modelo de governo clientelista baseado no amadorismo e ostentação. E acompanhando essa turba, …

>Tudo que vicia começa com "C"

Imagem
Por alguma razão que ainda desconheço, minha mente foi tomada por uma idéia um tanto sinistra: vícios. Refleti sobre todos os vícios que corrompem a humanidade. Pensei, pensei e, de repente, um insight: tudo que vicia começa com a letraC
De drogas leves a pesadas, bebidas, comidas ou diversões, percebi que todo vício curiosamente iniciava comCInicialmente, lembrei do cigarro que causa mais dependência que muita droga pesada. Cigarro vicia e começa com a letra c. Depois, lembrei das drogas pesadas: cocaína, crack e maconha. Vale lembrar que maconha é apenas o apelido da cannabis sativa que também começa com c.Entre as bebidas populares há a cachaça, a cerveja e o café. Os gaúchos até abrem mão do vício matinal do café, mas não deixam de tomar seu chimarrão que também – adivinha – começa com a letra c.Refletindo sobre este padrão, cheguei à resposta da questão que por anos atormentou minha vida: por que a Coca-Cola vicia e a Pepsi não? Tendo fórmulas e sabores praticamente idênticos, dev…

>Polícia Federal e algemas

Imagem
É o boi sonso que arromba a porteira. Em novo capitulo dessa interminável comedia chamada Brasil, um pouco um pouco mais das entranhas de um país que segue entregue a esperteza canalha de uns poucos devido à estúpida inércia de uma grande maioria que finge estar aqui a passeio e que nada em seu entorno lhe diz respeito. Temos pátria, ou um patriarcado infeliz alimentado e possível devido apenas à ignorância e às misérias tantas de suas sarjetas? Somos uma nação ou um sanatório geral? Quem está no comando, dr. Jekyll ou mr. Hyde?
É tão tênue a nossa dita respeitabilidade, tão frágil nossa dignidade e débil nossa falsa moral, que nos informamos hoje o que vai pelo País é um exercício angustiante de autopunição. É uma tristeza sem fim conviver com tanta impunidade, com tanto malandro oficial, federal, estadual, (municipal) com tanta corrupção escorrendo fétida de feridas que não cicatrizam jamais, com um Brasil capenga, bêbado, entregue e ferido de morte por balas, vidas e esperanças per…

>Você viu?

Imagem
Sei que às vezes cansa falar das falcatruas que acontece nesse País, mas não dá pra ficar calado. O que mais dói em tudo isso  é saber que pessoas  eleitas que deveriam trabalhar para o bem da população, que os elegeram, são os primeiros a meter a mão nos cofres públicos.
É o caso da deputada federal Jaqueline Roriz (PMN-DF), ela estava respondendo a um processo que pedia a perda de mandato após a revelação de um vídeo em que a mesma aparece recebendo dinheiro do delator do mensalão do DEM, Durval Barbosa, (para quem não sabe ou não lembra, é um modelo de propina paga mensalmente).

O processo tramita até hoje na Suprema Côrte. Também, ela tem a quem puxar, é só ver o histórico de seu pai, o ex-governador do Distrito Federal, Joaquim Roriz. A gravação foi feita em 2006, mas só foi divulgada no início deste ano. O engraçado, ou triste, disso tudo é que a deputada encaminhou um "memorial" de 28 páginas aos 513 parlamentares pedindo a rejeição do parecer do Conselho de Ética.No …

>Poupar 100 e dever 100

Imagem
SAIBA A DIFERENÇA ENTRE POUPAR 100 REAIS E DEVER 100 REAIS PELO MESMO TEMPO, NO ATUAL SISTEMA TRIBUTÁRIO E FINANCEIRO NO BRASIL.
Se um correntista tivesse depositado R$ 100,00 (Cem Reais) na poupança em qualquer banco, no dia 1º de Julho de 1994, (data de lançamento do Real), teria hoje na conta a FANTÁSTICA QUANTIA de R$ 374,00 (Trezentos e Setenta e Quatro Reais).

Se esse mesmo correntista tivesse sacado R$ 100,00 (Cem Reais) no Cheque Especial, na mesma data, teria hoje uma pequena dívida de R$139.259,00 (Cento e Trinta e Nove Mil e Duzentos Cinquenta e Nove Reais), no mesmo banco, para delírios de felicidades dos banqueiros.

Ou seja: com R$ 100,00 do Cheque Especial, ele ficaria devendo 9 Carros Populares, e com o da poupança, conseguiria comprar apenas 3 pneus.
Não é à toa que o Bradesco teve quase R$ 2.000.000.000 (Dois Bilhões de Reais) de lucro liquido somente no 1º semestre, seguido de perto do Itaú e etc...

Dá para comprar outro banco por semestre!

E os juros exorbitantes dos…