Postagens

Mostrando postagens de Agosto, 2012

>Guerra

Imagem
Que País é este onde a inversão de valores é cada vez mais presente no nosso dia a dia.A guerra entre alunos e professores está declarada faz tempo e, nos dias atuais são os alunos que sai ganhando. Pode até dizer que sou antiquado, mais em meu tempo de estudante os professores eram respeitados e considerados verdadeiras autoridades na função que exercia.

Nos dias de hoje, os mesmos são vitimas constantes da ira dos alunos que protegidos pelo ECA, (Estatuto da Criança e do Adolescente). Na sombra do dito cujo, fazem o que bem querem e nada acontece com eles, mas sim com aqueles professores que tentam desafia-los já não suportando mais tanta humilhação. Se já não bastante a falta de valorização da classe pelos governantes,  país que quer porque quer ser de primeiro mundo. Mas como se muitas vezes colocam a vida em risco nas mãos de alunos ou ex-alunos descompensados por falta de educação no próprio lar se esquecendo da importância do professor na vida de cada um de nós
Mais uma vez pod…

> (TAV) Talvez agora vai!

Imagem
Folheando o jornal deparei com várias noticias, mais uma delas me chamou mais a atenção. É sobre uma que falava do tav.  Acredito que o Brasil inteiro já ouviu falar no tal deTAV, pra quem não sabe, são as iniciais de (TREM DE ALTA VELOCIDADE). É que o governo após tentativas frustadas de leilão e de sucessivos adiamentos, para o inicio da operação do trem de alta velocidade que vai ligar o estado de São Paulo, partindo de Campinas, ao Estado do Rio de Janeiro deverá ocorrer somente em 2019, se mais nenhum obstaculo surgir no meio do caminho.
A coisa é tão enrolada que no inicio falava-se que boa parte das obras estariam prontas em 2016, isto é, nas Olimpíadas. A expectativa do governo agora é para 2019, isto quer dizer que são três anos de atraso. Orçada inicialmente em 30 milhões de dólares, para um trecho de pouco mais de 500 quilômetros.
Na licitação marcada para junho do ano passado, nenhum consórcio apareceu , quer dizer, boicotaram o governo, o que levou o mesmo a dividir a co…

>Na fila para morrer

Imagem
O governo da Indonésia decidiu que o brasileiro Marco Archer Cardoso Moreira, 50 anos, condenado à morte por tráfico internacional de drogas em 2004, será executado nas próximas semana. Porém até o momento o mesmo continua vivo aguardando clemência do governo, que na verdade, é o único recurso disponível.
A decisão foi anunciada em 20 de junho, pelo procurador Andi Konggoasa ao "The Jakarta Post", o principal jornal em língua inglesa do país. Procurado, o Itamaraty informou que está ciente da situação e que está adotando medidas sobre o caso.
Marco será o primeiro brasileiro a ser executado em outro país e o primeiro ocidental a ser morto na Indonésia. O país mantém cerca de 30 estrangeiros, entre eles outro brasileiro, no corredor da morte --a maioria por tráfico de drogas.
A execução se dá por fuzilamento. Além dele, outros dois estrangeiros morrerão, segundo o procurador. A Indonésia não executa ninguém desde 2008. Segundo o jornal, Marco já fez até o último pedido: uma …

>Lei 12.605/2012

Imagem
Há alguns dias recebi esta informação através do meu e-mail. E a verdade era essa mesma eu também não sabia se ria ou se chorava. Por que o governo tem tanta coisa pra se fazer e fica inventando moda. Preocupando com pequenas coisas que não vai trazer beneficio nenhum pra sociedade.
O autor que infelizmente eu não tenho o nome começa o texto assim:  "Não sei se choro ou rolo de rir. Pois, quando eu ficar mais velo vou ter que ir ao geriatro que meio pirado com o nome, vai indicar um fisioterapeuto ou um massagisto pra mim.
O psiquiatro vai dar um nó no juízo lidando com uma atendenta ou um recepcionisto. O que vão pensar os juristos e suas assistentas e seus assistentos dessa lei"? 

                                          É O FIM DO MUNDO! VERGONHOSO!LEI FEDERAL DETERMINA EMPREGO OBRIGATÓRIO DA FLEXÃO DE GÊNERO PARA NOMEAR PROFISSÃO OU GRAU DE DIPLOMA
Leia no final desta mensagem o texto integral da Lei nº 12.605, de 03 de abril de 2012, sancionada pela (agora Presidenta - e …