>Ladrão rouba farmácia e acaba sendo roubado

Se é verdade não sei, mas, para gerar audiência as emissoras de TVs podem inventar ou criar de tudo. Mas de uma coisa tenho certeza, também, a impunidade pode sim  gerar esse tipo de cena que você vai assistir ao final do post. Chegar ao ponto em que ladrão está roubando ladrão. Nesse caso um indivíduo, mais tarde identificado, vai até uma delegacia registrar uma queixa de furto do veiculo que o mesmo havia furtado no dia anterior e que foi usado pelo mesmo para chegar a uma farmácia onde praticou um roubo.  Ao retornar à procura do carro, outro ladrão já havia também furtado o mesmo. No momento em que o mesmo está rodando em círculos procurando "seu carro", aparece outro ladrão, que rouba o ladrão, que havia roubado a farmácia.

Ao chegar à delegacia deparou com o proprietário da farmácia que lá se encontrava para registrar a queixa do roubo. De cara reconheceu o meliante que havia atacado seu estabelecimento.  Ali mesmo o acusado foi preso para esclarecer toda a história. Mas o pior de tudo isso é a explicação que o mesmo tenta dar para sua atitude. 
                                                                                  PS (Pós script)

Tem certas coisas que nos deixam indignados, eu fiquei. Não me conformando com essa história, fui pesquisar e descobri que isso não passa de um fake,(falso em inglês), pra mim, de um tremendo mau gosto. É um tipo de "brincadeira" que só serve para incentivar ainda mais a violência, esse JS que aparece indica (jornal sensacionalista). Mas pode acontecer na vida real. Mas o melhor mesmo é você assistir o vídeo. É um fake (como estamos no Brasil) é melhor dizer que é falso, e muito mal feito por sinal. 

Notei que na hora de narrar a estória o também falso repórter não mostra nenhuma delegacia. Outro furo é na hora em que mostra o falso ladrão que diz ter sido roubado duas vezes, na verdade, esse que aparece sendo entrevistado é o mesmo que aparece roubando a sacola. Então não é  aquele que tinha roubado a farmácia e o carro como narrado. Pra enganar melhor quem devia ser entrevistado não é esse, mas sim aquele trajando roupa preta. Vocês do Canal Mutishow, quando tentar copiar alguma coisa dos americanos, no minimo, tem a obrigação de fazer igual, ou melhor, se for capaz!. 

(a) J Araújo

Comentários

  1. kkkk. Mas que cara de pau. Ainda diz que a vida tá difícil para os desonestos. Surreal a situação.

    Beijocas

    ResponderExcluir
  2. Aqui nessa serve o velho ditado: "Ladrão que rouba ladrão... tem cem anos de perdão"... Modernamente, completaria... fica sem prisão...
    kkkkk... uma tragicomédia!!
    [ ] Célia.

    ResponderExcluir
  3. Que coisa!!Cada uma!!abração,chica

    ResponderExcluir
  4. Araújo,

    Impressionante! Então roubo na opinião do meliante é uma profissão, e o produto do mesmo é fruto do seu SUOR! Cara de pau, não dá para acreditar, será que esse vídeo é verdadeiro? Não que a dúvida seja sobre voce, mas a internet tem tanto coisa esquisita...
    Na verdade, a impunidade é tão evidente, que esse cara aí, sabe que pode roubar quanto quer e sair rapidinho da cadeia porque não tem alojamentos para tantos bandidos. Esse é o mundo que estamos deixando para nossos familiares, os pequeninos que ainda não conhecem a realidade. Machuca hem?

    sonia.

    ResponderExcluir
  5. É AMIGO !!! AS NOTÍCIAS SÃO TÃO TURVADAS PELE INCOMPETÊNCIA DE ALGUNS QUE AS TRANSMITEM ...QUE FICO A PENSAR !!! O DINHEIRO QUE SE GANHA A VENDÊ-LAS ...É INJUSTO A SE PAGAR !!! POIS AQUELES QUE AS VENDEM PENSAM PRIMEIRO NOS BOLSOS E DEPOIS EM QUEM AS COMPRA !!!É O RESULTADO CHEGANDO ANTES DA ÉTICA !!!DO DEVER !!! DO BEM FAZER!!! UM ABRAÇO Pedro Pugliese

    ResponderExcluir
  6. Araújo,

    Embora tenha se constatado como vídeo falso, eu não duvido nem um pouco que esses meliantes que roubam e matam, ainda achem o produto de seus crimes como fruto de seu suor, afinal vagabundo é vagabundo, o nome diz tudo. Meu pai, que aliás completa 92 anos amanhã(veja em meu blog), contou quando eu era criança uma historinha inocente de preguiçoso: Mais ou menos assim> o caro era tão preguiçoso que queria tudo pronto, então como as pessoas não se sujeitavam a isso, certo dia ele deitou-se em um caixão e pediu que o enterrassem para não viver de seu trabalho: começaram a levá-lo, a certa altura alguém ofereceu: eu lhe dou um saco de arroz e feijão! Ao que ele respondeu: Cru ou cozido? Ora, eu lhe dou cru, e voce cozinha conforme sua necessidade! E o vagabundo respondeu: então segue o enterro... Meu pai me ensinou muita coisa, e na sua simplicidade ilustrava com historinhas por eu ser muito criança ainda. Com isso adquiri o hábito de não procurar depender de ninguém. Não sei se isso é bom ou ruim, afinal eu sempre trabalhei muito!

    sonia.

    ResponderExcluir
  7. Só sei que é muita audácia!!!!
    Absurdo que estamos vivendo!!!

    ResponderExcluir
  8. Meu amigo! Passando pra desejar uma abençoada e feliz Páscoa!
    Carinhoso abraço!
    Elaine Averbuch Neves
    http://elaine-dedentroprafora.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Comentários ofensivos ou considerados preconceituosos não serão publicados. Este espaço presa pelo respeito às diversidades, porém se mantém o direito de publicar ou não opiniões que venham a ofender a honra de qualquer pessoa que seja. De acordo com interpretações legais o administrador desse blog responde solidariamente pelos comentários aqui publicados.

Postagens mais visitadas deste blog

>Sonho de garimpo

>Fatos sobre o ano em que nasci

>O medo causado pela inteligência