04 maio 2013

>Ministro é colocado em roda de dança


Há alguns dias os índios xavantes colocaram o Ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, em uma roda de dança, quando perguntaram para o mesmo qual era o significado ele disse que era a dança dos guerreiros, mas o líder Arimateia Xavante, disse que na verdade aquela era a "dança da cura". O que dá para supor que o governo está doente. Toda a encenação, segundo os índios era para chamar a atenção da sociedade pelas ações da Polícia Federal, de matar e desrespeitar os índios, segundo as lideranças indígenas. 

Agora imagina se por causa de promessas não cumpridas e desrespeito, o povo resolvesse colocar todos os ministros pra dançar. Brasília ia se tornar um verdadeiro salão de dança e os brasileiros regentes da orquestra. Enquanto Brasília se tornaria o único lugar onde o povo é dono do grande salão de baile, mas ao mesmo tempo estaríamos num grande circo chamado Brasil. 

Estou aqui imaginando, se os índios estavam dançando para curar doenças, seria interessante, do jeito que está o caos na saúde em várias partes do Brasil, ao invés de contratar médicos no serviço público contratar índios. Desde que não superfature

Vamos deixar os ministros de lado no momento e concentrar nos deputados e senadores para o desfecho da PEC 37, (Proposta de Emenda Constitucional) que altera os poderes de investigação do MP (Ministério Público) que é o assunto do momento.  A perguntar que não quer calar é: a quem interessa o retrocesso, caso seja aprovada essa proposta? Com certeza, não é a população que sairá beneficiada. A referida PEC é de autoria do deputado federal Lourival Mendes (PTdoB-MA), delegado da Polícia Civil do maranhão, que proíbe que promotores e procuradores conduzam investigações na esfera criminal, tornando esse procedimento exclusividade das polícias Civil e Federal.  Não precisa ser especialista em nada para se chegar a uma conclusão que a proposta só interessa o crime organizado, para entender que tal medida é um instrumento a menos para aumentar cada vez mais a impunidade. A dita 

O Ministério Público atualmente é a instituição com maior credibilidade em todo o País, o que não podemos dizer o mesmo do Congresso nacional. Mesmo com todos os defeitos que pode ter, a verdade é que o MP foi um grande avanço jurídico conquistado, pelo povo com a promulgação da Constituição de 1988, que alguns políticos querem desmontar.  Ao invés de enfraquecer a instituição os políticos deveriam criar mais mecanismos de melhoria das condições de trabalho.  Estamos sempre assistindo os desmantelamentos de muitas quadrilhas por esse Brasil afora composta por centenas de políticos safados, cafajestes que usurpam os cofres públicos, e todos eles estão ligados a algum figurão de Brasília.
          (a)    J Araujo 

6 comentários:

  1. Sua abordagem inteligente é um grito à sociedade que se cala sempre nos momentos decisivos para sua própria vida e seus valores de cidadania. Há que se dar um BASTA a tanta hipocrisia em nossos meios políticos. Nossa arma é o voto e, já passou da hora de sabermos usá-lo. Destituir o Ministério Público é franquear passaporte para o vale tudo em nosso país, que no subterfúgio já existe....
    A Band, em seu editorial, frisou que o Brasil necessitaria que o Papa, os jogos da Copa, e das Confederações acontecessem nos 365 dias do ano, pois é só para tais eventos que se pensa em segurança, em melhorias públicas.
    Abraço, Célia.

    ResponderExcluir
  2. Bom dia Multiplicador Araújo, desejamos muita paz pra você e a sua família!

    Venho em nome dos EDUCADORES MULTIPLICADORES convidar você a:

    @ Parabenizar os multiplicadores do mês;
    @ Dar as boas vindas aos novos multiplicadores;
    @ Retribuir comentários em sua postagem de publicação (na página índice).

    Multiplicador, precisamos de sua visita para que o Projeto Educadores Multiplicadores tenha vida e continue crescendo. Contamos com a sua presença! Os Multiplicadores agradecem a gentileza e compreensão. Ah, no mês de junho tem novidade no E.M.

    Excelente sábado, obrigado pela parceria, fiquemos na Paz de Deus e até breve.

    IRIVAN

    ResponderExcluir
  3. Olá meu tão querido amigo
    Araújo...

    Buraco fundo
    esse "gonócio" de políticos
    os ditos corruptos
    enganosos e não verídicos...

    Te aplaudo sempre pela coragem
    de suas postagens,
    democracia é isto,
    botar a boca no mundo,
    em salva popular pela nossa dignidade
    nacional...

    Saudades de ti...
    Fds iluminado

    Bjs

    Livinha

    ResponderExcluir
  4. Acho que Brasília tida deveria abrir essa roda de dança! Mas precisaria ser bem poderosa para curar fe vez ou mandar pro espaço!

    www.culturaviciante.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. Caro amigo

    O mal do Brasil
    é crônico.
    É o mal da falta
    de compromisso com
    o futuro
    e de respeito ao
    presente,
    mal que toma de conta
    de todas as classe
    sociais
    e de governantes
    e governados.

    Que sempre haja em ti,
    tempo para cultivar a alegria.

    ResponderExcluir
  6. Isso mesmo concordo com a comparação de "doente" e grave, muito grave, Parabens pelo post.
    Um abraço carinhoso
    Paty Alves
    Amor Verdadeiro
    Patyiva
    Vou Conseguir

    ResponderExcluir

Comentários ofensivos ou considerados preconceituosos não serão publicados. Este espaço presa pelo respeito às diversidades, porém se mantém o direito de publicar ou não opiniões que venham a ofender a honra de qualquer pessoa que seja. De acordo com interpretações legais o administrador desse blog responde solidariamente pelos comentários aqui publicados.

Postagem em destaque

>Os vândalos e as mentiras dos nossos políticos

Uma folheada no jornal  de hoje fiquei indignado com algumas noticias. Uma delas dava conta do ataque de vândalos a dez ônibus do transp...